Arquivo

Monthly Archives: Janeiro 2018

A CRIACAO E O ARTISTA cartaz A3-2

Organização e moderação do debate e sessão “A criação e o artista: como separar a obra do seu criador?”, que acontece no próximo dia 24 de Janeiro (quarta-feira), às 19h30, no Espaço Nimas. O debate contará com a presença da directora do Doclisboa Cíntia Gil e o crítico e editor do Ípsilon, suplemento cultural do jornal Público, Vasco Câmara.

A sessão marca também o lançamento do livro O Cinema Não Morreu: Crítica e Cinefilia À pala de Walsh (Linha de Sombra), que passará a estar à venda também no Espaço Nimas.

Todas as informações aqui. Evento do Facebook aqui.

Um agradecimento especial a António M. Costa, da Medeia Filmes.

Anúncios

20228874_10154860882154077_8409190159053706207_nDepois de ter sido premiado no Curtas Vila do Conde, Delphine Aprisionadao ensaio audiovisual de Ricardo Pinto Magalhães, aluno do curso livre O Ensaio Audiovisual e a Escrita sobre Cinema, ministrado por mim e pelo Luís Miguel Correia, é o vencedor do Loops.Lisboa 2017. O júri atribuiu o prémio por unanimidade, justificando a decisão da seguinte forma:

“A obra apresenta a icónica atriz francesa Delphine Seyrig aprisionada na tela e nos papéis relevantes representados através das obras de Chantal Akerman, Marguerite Duras e Alain Resnais. Um trabalho elaborado e inquiridor, através de fragmentos de filmes, sobre alguns dos papéis femininos mais representativos dum novo cinema, num contexto histórico de lutas feministas. Esses papéis e o seu significado são colocados em diálogo/confronto, através de 4 écrans simultâneos, que fazendo uso de um magistral loop redefinem a sua natureza original, transportando-nos para novos significados num puzzle inebriante sobre o cinema e a história.” (retirado daqui)

A obra continua patente no Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado até dia 4 de Fevereiro.

Muitos parabéns ao Ricardo!

26168509_1846778372279652_2255145173413469372_n

Apresentação no Porto do livro O Cinema Não Morreu: Crítica e Cinefilia À pala de Walsh do colectivo À pala de Walsh na Livraria Flâneur (na Rua de Fernandes Costa 88), no dia 13 de Janeiro (sábado), às 17h00.

Esta apresentação contará com a participação dos walshianos David Pinho Barros, Francisco Noronha e João Araújo.

Mais informações aqui.