Fotografia de Mariana CastroLuís Guilherme Jordão de Mendonça (nascido em 18/03/1986, Lisboa) é doutor em Ciências da Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH/NOVA), sob orientação da Professora Doutora Margarida Medeiros. Doutoramento realizado no Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens – CECL e com bolsa de investigação atribuída pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT). Integra desde 2016 o Instituto de História da Arte da FCSH/NOVA, dentro do cluster de Photography and Film Studies. Tem mestrado na mesma área e pela mesma faculdade, na especialidade de Cinema e Televisão, sob orientação do Professor Doutor João Mário Grilo. E é licenciado em Comunicação Social (curso pré-Bolonha) pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa (ISCSP-UTL). Deu aulas no âmbito de Cursos Livres da FCSH/NOVA concebidos por si em colaboração com colegas da área do cinema e da fotografia. Organizou vários ciclos de cinema e debates. Realizou a curta-metragem Lugar/Vazio em 2010 (colocada online em Setembro de 2014), filme mostrado no festival Panorama e exibido na Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema. Entre 1 de Setembro e 30 de Novembro de 2012, estagiou, por via de concurso público, na área funcional de programação da Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, sob orientação de Luís Miguel Oliveira.

Além de ter fundado e alimentado o blogue/newsletter CINEdrio, escreve regularmente no site de cinema por si co-fundado À pala de Walsh, para o qual tem realizado textos críticos, crónicas, traduções, reportagens, eventos, vídeos e várias entrevistas (entre os entrevistados, destacam-se Albert Serra, Charles Burnett, James Benning, José Luis Guerín, Kleber Mendonça Filho, Lisandro Alonso, Mark Cousins, Mark Rappaport e Tobe Hooper). Desde a sua fundação, em 2014, é delegado português da Cinema and Moving Image Research Assembly (CAMIRA) e um dos editores do seu blogue CAMeRA.

Colaborou em 2016 com o IndieLisboa na edição da revista e catálogo do festival, bem como na concepção e produção do espaço de debates e masterclasses LisbonTalks. Apresentou sessões, moderou debates e foi júri em vários festivais: IndieLisboa (júri do Prémio Blogues de Cinema, 2013), New Horizons (Wroclaw, Polónia, 2013), primeiro episódio do Close-Up – Observatório de Cinema (Vila Nova de Famalicão, 2016), Play-Doc (Tui, Galiza, júri do prémio CAMIRA, 2016), Frames Portuguese Film Festival (Estocolmo, 2016) e Guiões – Festival do Roteiro de Língua Portuguesa (moderação do debate “O Papel do Guião no Cinema de Autor: De Objecto de Estudo a Motor da Indústria”, 2017). Desde 2017, escreve para o blogue do Instituto Português de Fotografia (IPF).

Foi arguente em provas de mestrado. Peer-reviewer para as revistas Aniki : Revista Portuguesa da Imagem em Movimento, International Journal on Stereo & Immersive Media Comunicação Pública.

Endereço electrónico: luis.mendonca_@hotmail.com

Distinções: Prémio Professor Luís de Matos 2009 (destinado a premiar o aluno que em cada ano concluir com a mais alta classificação a licenciatura em Comunicação Social no ISCSP-UTL), Segundo prémio UTL/Santander Totta dos “Melhores Estudantes da UTL” 2009, Melhores Mestres 10/11 – Melhor Mestre em Ciências da Comunicação 2012 FCSH-UNL.

PUBLICAÇÕES

Livro

Fotografia e Cinema Moderno: Os Cineastas Amadores do Pós-Guerra, Lisboa, Edições Colibri, 2017.

Partes de Livros

«A fotografia e o fotográfico: Da «pequena fuga» ao freeze frame», in Margarida Medeiros (org.), Fotogramas: ensaios sobre fotografia, Lisboa, Documenta, 2016.

Prefácio de O Labirinto e o Espelho de Francesco Giarrusso, Covilhã, Labcom.ifp, 2016.

«Para lá do problema da linguagem: Manny Farber e a escrita cinema como boa prática», in Rowland, Clara, e Bértolo, José (orgs.), A Escrita Cinema: EnsaiosLisboa, Documenta, 2015.

«Written Black and White Images: James Agee and the Childhood of Modern Cinema», in Medeiros, Margarida, Flores Mendes, Teresa e Cunha Leal, Joana (ed.), Photography and Cinema: 50 Years of Chris Marker’s La Jetée, Newcastle, Cambridge Scholars Publishing, 2015.

«Ermanno Olmi ou o Amor como Conceito Laboral», in Giarrusso, Francesco (ed.), Ermanno Olmi. Uma excêntrica normalidade, Lisboa, edições Il Sorpasso, 2012.

Revistas/Jornais/Catálogos

«Por Dentro das Imagens: O movimento do olhar e a vertigem do novo milénio», Aniki, Vol. 4, n.º 2, Julho 2017.

«Eldorado XXI: história de uma permuta entre o cinema e o museu», Re•vis•ta, número 3, 16 de Junho 2017.

«Katja Pratschke e Gusztáv Hámos: Transposições do Cinema e da Fotografia», Catálogo IndieLisboa 2017, Maio 2017.

«Crítica e cinefilia – dos Cahiers amarelos à nova democracia digital», Camões: Revista de Letras e Culturas Lusófonas, número 24, 2016.

«Cientistas e Vagabundos: história de um mundo perdido entre Agee e Chaplin», in Eiras, Pedro (org.), Materiais para o Fim do Mundo 6, Porto, Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, Novembro 2016.

«O caso português: cinema experimental, esse estrangeiro», Re•vis•ta, número 2, 26 de Novembro 2016.

«Two Dollar Movie: Rachel, Rachel», Lola, número 7, 18 de Novembro 2016.

(com Ricardo Vieira Lisboa e Sabrina D. Marques) «Mark Rappaport: Interessa-me o ponto de vista da lagarta sobre a maçã», Catálogo Curtas Vila do Conde, Julho 2016.

«Abbas Kiarostami: o grande movimento da vida», Expresso (site), 5 de Julho 2016.

(vídeo) «tragob ed sagur sa», ESC:ALA, número 8, 7 de Junho 2016.

(com Sabrina D. Marques) «Corpo quente/Corpo frio: um ensaio audiovisual sobre Eyes Wide Shut, Interact, número 24, 16 de Maio 2016.

(com Carlos Natálio) «Catherine Grant, a Guardiã da Cinefilia Digital», Interact, número 24, 1 de Maio 2016.

«Maria Filomena Molder: a infância e a arte de contar histórias», Café com Letras, Número 2, Maio 2016. 

«Gipsofila e a genealogia de um gesto», Doc Online/ Revista Digital de Cinema Documentário, número 19, Abril de 2016.

«Lionel Rogosin, o humanista exemplar», in Lionel Rogosin: Come Back, Africa e On the Bowery, editado por Sabrina Marques (Germinal), livrete da exposição Lionel Rogosin patente no Teatro Municipal Rivoli, organização Porto/Post/Doc com À pala de Walsh, entre 1 e 8 de Dezembro 2015.

«Lionel Rogosin: Auschwitz, Todos os Dias», Magazine Porto/Post/Doc 2015, Dezembro 2015.

(com Sabrina D. Marques e Carlos Natálio), «Fendas nas Censuras Cinematográficas», Wrong Wrong, Número 2, Julho 2015.

«About Mad Max: Fury Road / Os Olhos de Theron», La Furia Umana (versão digital), número 24, Julho 2015.

«Gone Girl ou A Violação das Superfícies», La Furia Umana (versão digital), número 23, Abril 2015.

«Vê de Ventura: Como a Outra Parte Viveu a Revolução», La Furia Umana (versão digital), número 22, Dezembro 2014. 

«Nova Iorque, Nova Iorque: O Fantasma da Fotografia em Peter Hutton», La Furia Umana (versão em papel), número 6, Setembro 2014.

«Para lá do problema da linguagem: Manny Farber e a escrita cinema como boa prática», Revista Falso Movimento, número 1, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL), Centro de Estudos Comparatistas e Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), 2014.

(republicação) «James Benning e o Comentário à Técnica em 13 Lakes (2004) e RR (2007)», CineCachoeira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, (UFRB), Dezembro 2013.

«Losey e Losey: O Exílio Britânico e a Fractura Pinteriana», La Furia Umana (edição online), número 17, Outubro 2013.

«JB e o Comentário à Técnica em 13 Lakes e RR», La Furia Umana (versão em papel), número 1, Janeiro 2013.

«O Cavalo de Turim em 10 Pontos», CineCachoeira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Janeiro 2013. 

COMUNICAÇÕES E AULAS

“Gesture and Colour in Isao Takahata’s Ghibli”, conferência inserida no colóquio internacional EAJS: 15th International Conference of the European Association for Japanese Studies, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, 1 de Setembro 2017.

“Jorge Molder: aparições do eu e do outro”, aula inserida na exposição O Fotógrafo Acidental (curadoria de Delfim Sardo), Culturgest, 27 de Junho 2017.

“Auto-cinema: os (des)dobramentos da matéria fílmica” (em duas partes), workshop Vanguardas da imagem em movimento e som, organizado por Victor Jorge, Galeria Passevite, dias 11 e 18 de Junho 2017.

(com Tatiana Macedo e João Silvério) “Apresentação das publicações What is unspoken Orientalism and Reverse de Tatiana Macedo”, Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado (MNAC), 26 de Maio 2017.

“Igualdade e Diversidade de Género: apresentação dos filmes The Masquerader de Charles Chaplin e The Homicidal de William Castle”, 9.º mARTE – Mostra de Artes Visuais, Casa do Vinho em Barcelos, 19 de Maio 2017.

“Pedro Costa e a influência da fotografia americana”, VII Encontro Anual AIM, Instituto de Ciências Sociais – Universidade do Minho, 12 de Maio 2017.

“O primitivo James Wan: Da mise en scène como teatro do medo”, aula aberta para o seminário do curso de Estudos Artísticos da Universidade de Coimbra, a convite do Professor Sérgio Dias Branco, 26 de Abril 2017.

Apresentação de Ossos no ciclo “Viagem pelo Cinema Português” organizado pela Associação de Estudantes da Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC) e Francisco Rocha (My Two Thousand Movies), 30 de Março 2017.

“Ermanno Olmi: Amor e Trabalho”, apresentação e discussão antes e depois da exibição de Il posto de Ermanno Olmi, ciclo “Sextas Blast!” organizado pela Associação de Estudantes da Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC), 20 de Janeiro 2017.

“Os estudos da imagem em Susan Sontag”, conferência organizada pelo Instituto de História de Arte da FCSH-UNL com comentários da Professora Doutora Margarida Medeiros, 30 de Novembro 2016.

In the Street: na pele da cidade”, Colóquio Internacional Space and Cinema, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 29 de Novembro 2016.

“Cientistas e Vagabundos: história de um mundo perdido entre Agee e Chaplin”, seminário do Fim do Mundo, Faculdade de Letras do Porto – Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, 22 de Setembro 2016.

“Morte aos críticos! Pelo poder de análise e contra o império do gosto”, aula do workshop de Crítica de Cinema, Festival Curtas Vila do Conde, 13 de Julho 2016.

“O ensaio audiovisual e a crítica de cinema como prática criativa”, conferência na Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior (FAL-UBI), Covilhã, 3 de Março 2016.

Expanded Cinema de Gene Youngblood: o ‘cinema do amanhã’ hoje”, seminário de doutoramento Estéticas Pós-media: Cinema Expandido, ministrado pela Professora Doutora Teresa Cruz, FCSH-UNL, 16 de Dezembro 2015.

“Continuidades e descontinuidades na obra de Mark Rappaport”, cadeira de licenciatura Estudos de Cinema, ministrada pelo Professor Dr. Tiago Baptista, Universidade Católica Portuguesa, Lisboa, 23 de Novembro 2015.

XavierRuínas João Bénard da Costa: a experiência da ruína e o trabalho da morte em Manuel Mozos”, V Encontro Anual AIM, ISCTE-IUL, 21 de Maio 2015.

“Morris Engel e Lionel Rogosin: A Fotografia como Molde do Cinema”, Seminário de mestrado Fotografia e Cinema ministrado pela Professora Doutora Margarida Medeiros, FCSH-UNL, Lisboa, 13 de Maio 2015.  

(com Carlos Natálio) “Cinema: teoria, crítica e ensaio audiovisual”, Seminário de doutoramento Cinema e Pensamento organizado pela Professora Doutora Teresa Cruz, CECL – Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens, FCSH-UNL, Lisboa, 14 de Abril 2015.

“Os Cineastas Amadores do Pós-Guerra: A Fotografia de Rua como Sinopse da Modernidade Cinematográfica”, rubrica Intervalo para o Conhecimento, Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, Lisboa, 14 de Janeiro 2015.

“O Terror como (In)determinação do Gaze”, debate O Medo na Sociedade, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL), Lisboa, 17 de Dezembro 2013. 

“Formas e funções da crítica de cinema: do cinema (d)escrito a uma escrita cinema”, workshop Antes e Depois da Imagem – Workshop de argumento e crítica de cinema, Grupo de Investigação Falso Movimento, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Lisboa, 25 de Novembro 2013.

“As Imagens de Morris Engel & Ruth Orkin: O Berço da Modernidade no Cinema”, III Encontro Anual AIM, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 12 de Maio 2013. 

(com Francesco Giarrusso) “O Homem e a Técnica: Do Comboio dos Lumière à Paisagem Digital em Benning”, 2.ª Conferência Internacional de Cinema de Viana, Escola Superior de Educação de Viana, 3 de Maio 2013. (publicação de texto aqui)

RR de James Benning: do comboio dos Lumière à sala de cinema na era do digital”, Seminário Internacional Media, Jornalismo e Democracia: Pesquisa em Media e Jornalismo: Homenagem a Nelson Traquina, FCSH-UNL, Lisboa, 6 de Dezembro 2012.

“Written Black and White Images: James Agee and the Childhood of Modern Cinema”, conferência internacional “Photography and Cinema: 50 Years of Chris Marker’s La Jetée”, FCSH-UNL, 28 de Novembro 2012.

“Uma Nova Abordagem Crítica do Conceito de Modernidade Cinematográfica”, colóquio “Changing Times: Performances and Identities on Screen”, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 8 de Novembro 2012.

“Baudelaire e as Metavisões do Cinema Moderno”, II Encontro Anual AIM, Universidade Católica de Lisboa, 12 de Maio 2012. (publicação em acta aqui)

“A Fotografia e o Fotográfico: Da ‘Pequena Fuga’ ao Freeze Frame”, colóquio A Fotografia na Era da Pós-Fotografia: História, Cultura e Ontologia, Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens / Instituto de História de Arte com a colaboração da Faculdade de Belas Artes de Lisboa, FCSH-UNL, Lisboa, 24 de Abril 2012.

(com Francesco Giarrusso) “A Modernidade Cinematográfica no Território da Brincadeira Pura”, seminário Questões de Estética organizado pelo Instituto de Filosofia da Linguagem, FCSH-UNL, Lisboa, 19 de Abril 2012.

ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

(com Bruno Marques, Mariana Gaspar e Sabrina D. Marques) Ciclo de cinema com conversas “Género e Identidade”, Espaço Nimas, Lisboa, 15 de Fevereiro, 1, 15 e 29 de Março, 12 e 26 de Abril, 10 e 24 de Maio, 7 e 21 de Junho, 5 e 19 de Julho 2017.

(com Clelia Bettini) Ciclo de conversas “Cineconversas da 10ª Festa do Cinema Italiano”, Sala 2 do Cinema São Jorge, Lisboa, 8 e 9 de Abril 2017.

(com Bruno Marques e José Oliveira) Conferência “Sobre O olho divino” com projecção de Film de Samuel Beckett e Alan Schneider por Tomás Maia, com a participação de João Penada e Paulo Sarmento, Instituto de História da Arte (IHA), FCSH-UNL, Lisboa, 7 de Março 2017.

(com À pala de Walsh) “Sessão à Pala: The Brown Bunny”, À pala de Walsh, Guilherme Cossoul, Lisboa, 23 de Julho 2016.

(com Carlos Natálio e Ricardo Vieira Lisboa) “LisbonTalks 2016”, IndieLisboa, Sala 2 do Cinema São Jorge, Lisboa, 22, 26, 27, 29 e 30 de Abril 2016.

(com Margarida Medeiros e Luís Miguel Correia) “Uma Visita Guiada ao Museu no Cinema”, Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens (CECL), FCSH-UNL, Lisboa, 27 a 31 de Janeiro 2014. (folha de sala sobre Museum Hours aqui)

(com Margarida Medeiros) “Photography & Cinema: 50 Years of Chris Marker’s La Jetée”, Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens (CECL), FCSH-UNL, Lisboa, 27 e 28 de Novembro 2012.

(com Margarida Medeiros e Paulo Pires do Vale) “Ciclo Tarefas Infinitas: Quando o Cinema Filma Livros”, FCSH-UNL/Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 17 e 18 de Outubro 2012.

(com Sabrina D. Marques, Manuel Deniz Silva e Luís M. Correia) Ciclo de cinema “Música para Filmes”, Departamento de Ciências Musicais e Mediateca DCC, FCSH-UNL, Lisboa, 21-25 de Maio 2012.

(com Ricardo Lisboa, Miguel Domingues e Carlos Natálio) Debate “Cinema na RTP2”, FCSH-UNL, Lisboa, 12 de Maio 2011. (debate online + cartaz em link externo)

(com Marta Fernandes et al.) Ciclo e conferência “Década dos Zeros”, FCSH-UNL, Lisboa, 21-30 de Abril 2010. (debate online + cartaz em link externo)

(com Núcleo de Comunicação Social) Jornadas da Comunicação, “Um Olhar Sobre a Comunicação”, ISCSP-UTL, Lisboa, 26-30 Maio 2007.

(com Núcleo de Comunicação Social) Ciclos de cinema “Crimes (Im)perfeitos” e “Um outro cinema: 5 realizadores, 5 nacionalidades”, ISCSP-UTL, Lisboa, 2007. (cartazes em link externo, respectivamente, aqui e aqui)

Anúncios